Você é escalador? Envergonhe-se disso ou comece a mudar agora!

Alê Silva na Pedra do Baú, SP.

Alê Silva na Pedra do Baú, SP.

QUAL É A PREMISSA NÚMERO UM PARA VOCÊ SER CHAMADO DE ESCALADOR?

QUEM RESPONDEU ESCALAR ESTÁ MUITO ENGANADO.

Infelizmente a premissa número um de um escalador é: ser preconceituoso, ser reclamão, falar mal dos outros, achar que a modalidade que pratica é mais nobre, melhor ou mais importante que a do outro, e por aí vai; pelo menos para a grande maioria.

Motivos para tal fama não faltam, vamos lá que a lista é extensa:

– Você começou a escalar em ginásio? Eu comecei na rocha! Muito mais “roots”.
– O point onde eu escalo é muito melhor que o seu.
– O tipo de rocha daqui é muito melhor.
– Paulista, carioca, paranaense, mineiro… é muito melhor.
– A academia que eu escalo é a melhor.
– Escalar na rocha que é melhor.
– Porquê competir é coisa de babaca.
– Você compra mosquetãozinho novo na loja, você é playboy.
– Ó o cara de sapata nova! A minha já ressolei 35 vezes!
– Você mandou com as costuras colocadas? Eu entrei sacando!!!
– Porque em tal lugar ou via as chapas tão muito próximas, vamos boicotar.
– Ah, ele só mandou aquela via porque trabalhou 3 meses direto, queria ver se só fosse de fim de semana que nem eu.
– Não vou lá porquê foi Fulano quem abriu as vias. (detalhe, o cara nunca viu Fulano na vida, só ouviu falar).
– Esse aí não anda mais que 50 metros até a base da via, eu já caminhei por 17 horas!!!
– Assim até eu, alguém passou a corda antes.

– Fez com oxigênio?!!! Ahhhh…

Eu acredito que uma das raízes do problema está no nome da atividade e a falta de conhecimento a seu respeito. Vou explicar melhor.

Se um cara anda de bike é CICLISTA, ele pode treinar para uma prova olímpica em um velódromo, fazer downhill de Mountainbike ou freestyle numa pequena aro 20″, que são esportes completamente diferentes, com treinamentos, técnica e objetivos completamente distintos, e qualquer um sabe e enxerga isso nitidamente.

A única coisa comum entre modalidades tão diferentes é o nome: CICLISMO. Claro que um cara que faz Freestyle não vai falar mal de um competidor de Tour de France, pois é nítido e óbvio que estamos falando de coisas diferentes, que nem cabe a comparação.

Exatamente aqui surge o problema da escalada!

Na escalada as diferenças não são tão claras, pelo menos para os leigos. Porém nós, escaladores de verdade, deveríamos enxergar isso de forma mais clara.

Quando falamos que alguém é escalador, montanhista, ou generalizando, um Alpinista; colocamos na mesma balaio, um escalador de Boulder com outro de uma via esportiva, com um terceiro que curte um bigwall, ou mesmo uma escalada mista, cascatas de gelo, expedições e alta montanha, e por fim um atleta de competição.

Então me diga:

Qual a semelhança entre alguém fazendo Boulder e outro escalando o Everest?

Como podemos comparar os objetivos e anseios de um escalador de competição com outro fazendo um bigwall em Yosemite?

Como podemos sequer comparar o comprometimento psicológico de uma escalada em artificial A5 com uma via esportiva do Cipó?

Como comparar o porte e condicionamento físico de um atleta esportivo trabalhando um 10º grau, com o de um expedicionista de alta montanha.

São atividades tão distintas, tão diferentes, com objetivos, perfis, imersão e autoconhecimento do praticante tão diferentes, que me atrevo a dizer que temos apenas uma características em comum: o nome.

Tire a mão do saquinho de magnésio por um minuto, coloque-a na consciência e aprenda a entender as diferenças de cada  modalidade, as individualidades de cada praticante. Muitas vezes, os motivos que o levaram para a escalada podem não ser os mesmos de quem está logo abaixo de você te dando segurança.

Por diversas vezes escalando em lugares na Europa, onde sei que dificilmente voltarei tão cedo, quantas vezes não dei segurança para um parceiro que ficou trabalhando uma via por horas, e na minha vez eu escalei com duas ou três quedas e nem me preocupei em repetir a via. Simplesmente porquê meu objetivo não é encadená-la, mas sim partir pra próxima e depois pra outra, e conhecer outras linhas mesmo que faça roubando num lance que sei que está longe do meu limite.  Pois o meu objetivo não é o grau e sim o “subir”, curtir, tentar e cair.

Está certo quem quer trabalhar uma via até a exaustão e poder se superar e superar o grau.
Está certo quem quer curtir e cair e partir pra próxima.
Está certo quem quer a liberdade do Crash Pad, magnésio e sapata numa tarde de sol fazendo boulder a beira mar.
Está certo quem quer fazer um artificial como a “Domingos Giobbi” em 5 horas, ou quem quer fazê-la em 3 dias.
Está certo quem quer livrar um artificial ou apenas repetí-lo sobre os estribos.
Está certo quem quer perrengar e carregar equipo, e montar acampamentos e fazer uma montanha sem oxigênio, assim como está certo o cliente de uma expedição comercial.

Respeite a ética do lugar, respeito o próximo, respeite o local e a natureza. Não faça barulho, não incomode, não deixe rastros, curta a sua modalidade, da sua escalada, no seu estilo, com os seus objetivos, e diga com orgulho: EU SOU MONTANHISTA.

Boa escalada a todos.

Alê Silva

(Publicado originalmente em 10/2009).

Anúncios

32 Respostas para “Você é escalador? Envergonhe-se disso ou comece a mudar agora!

  1. Gostei do texto e achei péssimo o comentario do Tacio!
    Se te incomoda, escolhe outra via, na boa!
    Escalador maconheiro não é minoria, e todo mundo sabe disso.

    • cala boca Leo! sai vc da via, quem está fazendo algo ilegal e desrespeitando os outros é vc… deixe pra desrespeitar a lei quando for uma causa nobre… e nao pra encher o saco dos outros. vai fumar na tua casa

      • Se você estiver na merda no Rio de Janeiro e precisar de ajuda, tenho certeza que será um “maconheiro” a lhe estender a mão. Aí vão ter que engolir tudo que estão cuspindo de forma preconceituosa. Ninguém leu o texto pelo visto. Vejo hipocrisia pura por aqui.

  2. O ego aparece em qualquer lugar… É ai que você descobre quem faz para si ou faz para mostrar ao outro o que é. Apesar de nunca ter escalado e sempre ter tido vontade, me encontrei em diversas vezes nesse texto, porém em atividades diferentes.
    Post sensacional!
    Grande abraço!

  3. MUITO BOM O TEXTO,MAS EM RELAÇÃO AO USO DE MACONHA POR ALGUNS ESCALADORES E UM TEMA POLEMICO,CADA UM TEM SIM O DIREITO DE FUMAR O QUE QUISER E AONDE QUISER,PORÉM ISSO AS VEZES E RUIM PELO FATO DE MUITAS VEZES ALGUNS PAIS ASSIM COMO EU QUE LEVAM SEUS FILHOS PARA OS LOCAIS DE ESCALADAS EM ROCHAS, FICA CONSTRANGEDOR UMA CRIANÇA FICAR PRESENCIANDO ESTES FATOS.PREFIRO SAIR DE PERTO E PROCURAR OUTRA VIA.

    • Realmente esse assunto vem a tona direto. Já escutei até: não deixo um maconheiro me dar seg. Isso da pessoa que me deixou estatelar na pedra numa queda por erro de seg. Vamos tentar respeitar as escolhas, é sobre isso que o texto fala. Não dá pra ficar fumando do lado de criança, nem dá pra esconder dela o que daqui a dez, quinze ou cinco anos ou menos estará nas mãos dela. Constrangedor é julgar os outros e não a si mesmo… Gostei muito do texto, e devemos importar esse pensamento para os demais questionamentos. Não tem que ter o certo, tem que haver o respeito. Eu to aqui pra curtir, pra ajudar e pra receber ajuda. Somos todos irmãos em ascenção.

  4. Ótimo texto, sou montanhista…..concordo com o Tacio e tb concordo em parte com o Juscelino, tenho 47 anos, escalo desde 1985, se toda vez que for levar meus clientes para escalar, eu tiver que mudar de lugar….logo não erei mais lugar para escalar….falo da minha cidade Montes Claros que o uso da maconha na escalada esta grande…..como vivo do montanhismo tenho muito problemas com isso..perda de clientes etc…Mas sou montanhista e vou continuar escalando.

  5. muito bom texto Alê!
    e sempre respeitando o caminho pessoal de cada um. escalada é um esporte com leques extraordinários . escalada nos coloca de frente com nosso falso ego, dando-nos a oportunidade de trabalhá-lo para nossa evolução como pessoas melhores….
    obrigada !

  6. muitas vezes o ego nos impõe limites e nos impedem de aprender com o próximo,seja técnica,experiencias,loucuras e respeito
    a pratica da escalada é uma ferramenta de integração com o meio ambiente floresta ,rural ou urbano não importa é la em cima que vamos chegar e é la de cima que vemos o mundo louco e hostil em que vivemos então esta na hora de união vamos deixar o mundo louco e a hostilidade la em baixo ou melhor ainda vamos levar a calmaria e paz para aonde quer que a gente vá
    não sei de tudo mas quando te encontrar saberei um pouco mais

  7. ninguém esta escondendo nada de ninguém vitor… a não ser quem acha q esta no direito de incomodar os outros com essa fumaça fedorenta… se pode maconha, pq não pode som alto… um belo batidão de funk ou um rock n roll… um churrascão no meio do mato… uma orgia… quem sabe outras drogas… pq so vcs acham q tem o direito de fazer o q querem, mesmo sendo ilegal e imoral e acham q todo o restante da sociedade tem q achar legal e normal…. respeito p serem respeitados !!!!!…. todo o seu direito e liberdade acaba onde começa o direito e a liberdade dos outros… e como bem disse o colega acima, o errado e vc !!!!… se acostume com a cara inconformismo, descontentamento e reclamação dos outros ou se mude de local……

  8. Na boa, um pai passar com as crianças perto de pessoas fumando bagulho não quer dizer absolutamente nada, ou uma criança já conhece o cheiro ?? Demonizar é o pior…abram a mente para preconceitos criados por terceiros que alguns acatam…e se tivesse fumando um careta, poderia ???? Quanta hipocrisia…

  9. Nossa! Quase que o texto que ilustra muito bem meu pensamento sobre o montanhismo e suas facetas ficou em segundo plano por causa de maconheiros kkkkk, fora preconceitos idiotas!!!

  10. hipocrisia e vcs continuarem com esse papinho de liberdade e essa atitude de sem preocupação de porra nenhuma q ja era ultrapassada no seculo passado… vcs se acham a parte da sociedade mas nao deixam de usufruir dela qdo necessário e depois querem ser juizes de valores, quer dizer q uma criança nao se incomoda… tenho pena dos filhos de vcs… nao me preocupo com o q meu filho vai estar usando daqui a 15 anos, pois sei q terei muito papo aberto com ele e q ele nao vai precisar de nenhuma muleta psicotrópica para fazer parte de nenhuma turminha, melhor do q ser uma “maria vai com as outras” e ter uma personalidade acima dessas fraquezas de caráter… e principalmente, o q me importa e saber q daqui a 50 anos meu filho sera uma pessoa completa e feliz, nao um velho lesado dependente…

    • Velho, lesado, montanhista e FELIZ! Viva a livre escolha!! Ao respeito a todas pessoas e comportamentos. Sem preconceitos e tabus! Todos compartilhando a montanha com respeito ao próximo! Não julgai e não será julgado!

  11. Pelo visto muitos aqui não prestou atenção no texto..( Respeite a ética do lugar, respeito o próximo, respeite o local e a natureza. Não faça barulho, não incomode, não deixe rastros, curta a sua modalidade, da sua escalada, no seu estilo, com os seus objetivos, e diga com orgulho: EU SOU MONTANHISTA.)
    E vejo também que muitos escalado não sabe nem como surgiu a escalda.
    Porque vc escala : Porque somos insanos …
    Porque vcs escala tão bem : porque temos as melhores drogas …

  12. – Em primeiro lugar gostaria de saudá-los com um bom dia, tarde ou noite a todos, e em segundo, dizer que não sou escalador, apenas gosto de apreciar a natureza e faço travessia de cânions há vários anos e a cada travessia aprendo um pouco mais, pois acho que as montanhas são belas escolas. Talvez por isto, tenho a oportunidade de, de vez em quando, me cruzar com alguém que escala, seja na montanha ou em alguma rede social na internet. Peço que perdoem o que vou dizer, mas vcs são o povinho mais preconceituoso, fofoqueiro, mal educado e brigão que já vi. E esta definição, percebam, não sou eu quem está dando e sim vcs mesmos, pois basta ler os comentários desta página e ver o quão patético é essa galera. Claro que há exceções aqui ou na parede, e estes sabem quem são, pois se eu apontar o dedo a gritaria e o fiasco vai ser geral. …Mas, de certa forma, gente com mentes assim, também estão pedalando, surfando, dirigindo ou em cima de algum skate. Uma turminha abostada, onde o que vale é seu próprio ego e compartilhar boas maneiras está longe de, se quer, ser considerado…….. É interessante saber que tenho amigos deste meio e vez ou outra comentam não gostar de algum fulano, que aprontou pro ciclano e por não ser exatamente como gostam, descartam a criatura como um lixo qualquer, como se estes que falam fossem as almas mais perfeitas do planeta. Uma espécie de egocentrismo, e talvez já tenha passado da hora de alguns olharem mais p/ o próprio umbigo, aceitarem suas imperfeições e perceberem que, seja a montanha, a estrada, o mar ou seja o que for, são de todos e para todos….- Pessoal, se puderem, façam um esforço, mudem, sejam mais humildes e compartilhem boas maneiras……não é pedir muito, né!!?!!

  13. Excelentes colocações que voltam a atenção para o espírito do esporte, seja ele de competição ou apenas pratica de vida.
    Enquanto alguns usam o tempo precioso que nos foi dado para alimentar a alma com intrigas e pensamentos tendenciados ao mal, outros entendem que viver, é fazer e ser o melhor de si mesmo em qualquer ocasião, influenciando outros ao bem, minimizando dessa forma o sofrimento e dor que existe em nosso mundo.
    Desprender-se de achismos e egos, abraçar o que dá brilho aos olhos e oxigena o corpo, isso é ser montanhista ou como prefiro dizer…aventureiro de coração.

  14. O que me importa o que os outros pensem se é “isso” ou “aquilo”, precisa de mais pessoas praticando para abaixar o preço dos equipamentos, incentivar algumas industrias ou importadores. Precisa que crianças se interessem em praticar com adultos responsáveis, e não a questão do orgulho de como somos chamados.
    Paulo Jorge, Chefe Escoteiro do GE Butantã

  15. Cada um faz oqe qer da sua vida. Se quiser fumar fuma, se nao quer não fuma.
    E ninguém aqui e deus ou juiz pra julgar algem, eu compro a maconha com meu dinheiro, fumo aonde eu quiser ela, os incomodados qe se retirem qando algem acender um baseado perto de vcs.
    Um abraço.

  16. Texto excelente: a montanha tende a atrair egos desagradáveis. Pratiquei “montanhismo” por 6 anos na Europa, e todas, absolutamente todas as modalidades (gelo, escalada, misto, alta montanha, etc) sofrem de todos esses vícios de caráter que o autor mencionou. O legal na Europa é a liberdade para praticar as atividades, o acesso a informações e o caráter menos restritivo dos sítios. Dessa forma, é possível evitar os fiscais da vida alheia e curtir a montanha: cada um na sua.

    A preocupação com o uso de maconha é um assunto muito mais amplo do que a atividade em montanha. Mas me lembrou de algo que vejo muito nos Alpes: a quantidade de bitucas de cigarro, e mesmo guias que fumam enquanto aguardam clientes, etc. Ja vi guia, com clientes, fumando (cigarro normal) em paradas de escalada em gelo! Não acreditei nos meus olhos, mas enfim, é o ser humano. Concordo que fumar, o que quer que seja, na base de uma rocha, ou tocar musica, etc, violam a idéia de minimizar o rastro que deixamos, além de incomodar os demais. Uma vez achei “curioso” que dois rapazes levaram um “boombox” para tocar musica no cipo. Anos depois, testemunhei o mesmo comportamento na chique e limpinha Suíça: o que fazer?

    Se cada um pudesse respeitar os ambiente compartilhados e as preferências privadas de cada um, seria um avanço gigantesco em todos os setores da vida. Na montanha, garantiria mais liberdade para todos, que é o que leva muitos a buscar a atividade. Mas essa busca pela liberdade pode ser rapidamente frustrada por atitudes sufocantes de outras pessoas ou mentalidades muito restritivas de acesso e pratica das atividades.

    Texto excelente: eu costumo dizer que “montanhista é barraqueiro”. Curta e deixe curtir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s